segunda-feira, 29 de julho de 2013

Record enxuga Jogos de Inverno de 2014


Após um ano que passará em branco no quesito esportivo, a Record planeja novas atenções ao segmento no ano que vem com os Jogos Olímpicos de Inverno.

O evento ocorrerá em Sóchi, na Rússia, entre os dias 7 e 23 de fevereiro e seus direitos de transmissão no Brasil não serão exclusivos da Record.

A ideia da emissora é repetir a boa experiência com os Jogos de Inverno de Vancouver, em 2010. A cobertura teve respaldo internacional pela qualidade e pelo espaço dedicado às transmissões, as quais também tiveram bons índices de audiência.

No entanto, com os novos tempos e com novos gestores à frente da casa, os orçamentos deverão ser revistos. Sem exclusividade e com verbas mais modestas, os investimentos em estúdios, envio de pessoal e outros luxos deverão ser substituídos por estratégias mais econômicas e adaptadas ao potencial de retorno financeiro.

Em tempo: Além dos Jogos de Inverno de 2014, a Record tem mais outros campeonatos esportivos para cobrir no decorrer desta década. Em 2015, por exemplo, haverá mais uma edição dos Jogos Pan Americanos, que se realizará em Toronto, no Canadá. A emissora detém da exclusividade total dos direitos de transmissão.

Em 2016 é a vez das Olimpíadas no Brasil, a qual a Record dividirá os direitos com a Globo e com a Band. Quanto aos Jogos de Inverno de 2018, que devem ser realizados na Coréia do Sul, ainda não houve definição.

No entanto, os Jogos Pan Americanos de 2019, cujo Chile é um forte candidato para sediá-los, também são da emissora de Edir Macedo - a qual chegou a trabalhar, nos bastidores, para trazer o evento para São Paulo.

Fonte: Na Telinha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário